sexta-feira, 25 de julho de 2008

FELICIDADE MANSFIELDIANA

temos uma vida breve
e uma trajetória conturbada
por crises e crises...
até sentimentais
entre relacionamentos inconfessáveis
nessa atmosfera global;

procuramos na criação
algo que nos redime
do sofrimento da doença
e da iminência da morte,
privilegiando sempre o instante;

então, essa grandeza
na intimidade dos sentimentos
transforma-nos em personagens
inseguros e complexos;

por isso, debatemos
o eterno conceito:
__vIvEmOs Ao EnCoNtRo
oU dE eNcOnTrO à FeLiCidAdE?

Nenhum comentário: