terça-feira, 1 de abril de 2008

ÁREA - 51

como posso ser
tão diferente assim?
ora...

[tão diferente dos outros?]

...como nunca ninguém
observou tal façanha?

2 comentários:

Anônimo disse...

Como vc pode ser tão diferente assim???
Eu percebi... vc é mesmo um poeta diferente..
Poesias ótimas... blog excepcional!!
Sucesso

Wanessa disse...

q profundo tio!!!
amei!!!
quando puder continue esse projeto do blog!
xero
Nessa